Entre em contato

Enviar Mensagem

Posts com a tag: Marketing

Engajamento
Engajamento: o quanto sabemos sobre?

Muitas marcas estão atirando para todos os lados, sem se preocupar com seu público especifico, sem direcionar suas ações a um público mais engajado com sua marca, e isso está errado.

O que é engajamento?

Engajamento é o nível de interação que acontece entre o usuário e a marca. O usuário é aquele que veste a camisa da empresa. Esse vê além da marca, consegue enxergar valor emocional, o que está bem perto de se tornar uma Lovemark, como falamos nesse post.

Ao ter um valor emocional vai além da aquisição do produto, o seu público está engajado com sua marca que são de grande importância para a divulgação.

Ele é importante?

Com certeza essa pergunta é bem retórica, o engajamento é o sonho de qualquer empresa nos dias de hoje. É mais do que importante o engajamento, afinal você consegue apoio dos próprios usuários e eles farão a imagem positiva da sua marca.

O Engajamento é importante para meus objetivos?

Sim, tenho um público engajado com sua marca e suas ações, seus objetivos serão alcançados com maior facilidade. Tendo um público que veste a camisa da empresa e a torna uma Lovemark, os objetivos serão facilmente concluídos.

Maneiras de engajamento e de melhorar meu engajamento

Existem diversas maneiras de saber se seu público está engajado com suas ações e sua marca.

Comentários;
Interação;
Compartilhamentos;

Para melhorar o engajamento em suas postagens e ações você pode facilitar o conteúdo que está divulgando, facilitar os caminhos para a chegada ao objetivo.

Usar Call-to-Action pode ajudar no engajamento em determinada ação.

 

Em outras palavras o engajamento é importante para o crescimento e amadurecimento da empresa. Ter um público especifico que ‘gosta’ de um modo diferenciado do seu conteúdo/produto abrirá novos caminhos e irá facilitar o engajamento de novos usuários.

O engajamento é sim muito importante para qualquer empresa nos dias de hoje.

 

Smarketing
Smarketing: você conhece o termo?

Em uma das pesquisas e aprimoramento que faço diariamente na agência, encontrei um termo que não conhecia e achei interessante, e bastante importante para o melhor funcionamento e crescimento das empresas.

Você já ouviu falar em Smarketing?

Provavelmente ja, mas não com esse nome, e é bem provável que você queira implementar essa prática dentro da sua empresa e melhorar o desempenho de duas importantes áreas..

O que é Smarketing

Quando pensamos em vendas, temos que pensar em algo diferente de marketing, afinal são suas áreas diferentes e com fins diferentes dentro da empresa, mas que possuem algumas características bem semelhantes e que são importantes para o crescimento da empresa. Um pode depender do outro tendo uma importância direta nas reações que um pode causar para o outro.

Tendo isso em mente, o que poderia ajudar a criar um bom relacionamento entre essas equipes?

É exatamente o significado de Smarketing , um alinhamento e uma boa relação entre esses dois setores.

Sale (vendas) + Marketing = Smarketing 

A boa relação entre esses dois times, no final, é de extrema importância. Afinal o time de marketing gera conteúdo para atrair e gerar novos leads e alimentá-los com materiais de qualidade, em união com o time de vendas que aborda de forma diferenciada e particular esses leads convertendo em potenciais clientes e fechamento de negócios.

Segundo a pesquisa que realizei, uma equipe de Marketing + vendas bem alinhados pode atingir uma média de 20% a mais no crescimento anual da empresa. Claro que quando uma empresa tem harmonia dentro dos seus departamentos e equipes os resultados serão mais visíveis e ambos.

Como alinhar as equipes, e o Smarketing realmente funciona?

Depois de entender o que é o Smarketing, pode parecer um bicho de sete cabeças, afinal estamos lidando com pessoas, mas o alinhamento dos departamentos em tese é bem prático e simples. O alinhamento melhorará o desempenho não somente da empresa, mas também dos que estão por trás de tudo.

Para corrigir e alinhar as equipes, você deve adotar algumas mudanças em relação a elas e se perguntar, antes de mais nada:

– Os objetivos de marketing e de vendas são iguais ou semelhantes? 

– A comunicação entre eles é transparente, ela funciona? 

Depois de ter respondido essas questões e saber mais sobre seus departamentos para integrar o Smarketing na sua empresa você precisa:

Que eles falem a mesma linguagem: as metas e receitas de marketing devem ser a mesmas do time de vendas.

Alinhamento de estratégias e vendas: As equipes de marketing e vendas devem entender que existe apenas um funil entre o computador e a vida útil do seu cliente. Dessa forma traçar, juntos, estratégias e gerar vendas.

Definir o Sales-ready Lead: em sua tradução literal é o cliente em potencial para fechar um negócio. Descobrir qual é esse cliente e traçar planos diretos.

Conhecer seu cliente: ambos os times devem compreender da melhor maneira possível seus clientes e gerar formar de atingi-los diretamente.

Crie um método de gerenciamento: gerenciar as equipes e traçar seus resultados para encontrar o que está certo e errado.

Bom, Smarketing não é fácil, mas também não é impossível. Com calma e muito trabalho as duas equipes unidas e alinhadas podem gerar mais resultados positivos do que negativos para a empresa.

 

mobileDay
Mobile Day: A Evolução dos dispositivos móveis

A grande empresa Google vem promovendo bons eventos sobre o mundo digital e como aproveitá-lo da melhor forma possível quando se faz parte de uma empresa ou quando você é dono de uma empresa. Nas primeiras semanas de junho não foi diferente,a empresa apresentou a sua gama de usuários o Mobile Day, um evento para falar sobre o crescimento do mobile/dispositivos móveis e como utilizar todos as vias que essa tecnologia pode proporcionar, isso tudo da melhor forma a fim de atingir seu público alvo.

Por que Mobile?

Como qualquer tecnologia, o mobile mostra um grande avanço desde o dia em que começou a surgir no mercado. Dessa forma os números só tendem a aumentar cada vez mais, como por exemplo: mesmo o Brasil entrando na quinta colocação no uso de mobile, apenas 5% desse número são de empresas. Muitas vezes por achar que não tem necessidade se inserir nesse universo, elas acabam deixando de lado e investindo em mais do mesmo.

O mobile conseguiu uma evolução significativa com apenas um ano desde o seu crescimento, nós questionamos o porque ficamos na fila do banco seja para pagar uma conta ou fazer uma transferência se podemos, apenas com um clique fazer tudo o que precisamos com um celular? As pessoas estão se tornando mais dependentes do celular sem perceber.

Em outras palavras, o crescimento significativo do mobile muda a forma como o indivíduo atua em relação as atividades normais do seu cotidiano, o mobile ajuda e descomplica o dia a dia de pessoas cada vez mais ocupadas e inseridas em um mundo sem pausas. E com essa evolução as empresas não estão agindo para aprender as vantagens da mobilidade.

Site ou App

A estratégia que devemos adotar, quando repensamos o modo de inserção ao mundo mobile, muito se questiona sobre criar um mobile site ou um App. Somos apresentados a números diariamente, mostrando que as pessoas passam 14% em mobile sites e o restante 86% em app, seja eles de qualquer tipo. Mas é ai pode estar o erro, as empresas devem entender como funciona, suas funcionalidades, propósito, e funções, não será como o Desktop que pode entrar de cabeça, o mobile deve ser estudado antes.

Varia muito de empresa para empresa na hora de escolher o site ou app, uma tarefa rápida pode ser facilmente sanada por sites mobile ao invés de aplicativos. Já o aplicativo pode causar a fidelização do cliente, demonstrar o afeto da empresa x cliente.

Aplicativos podem ser baixado a qualquer momento, por isso a criação de um deve ser pensada em uma ótima estratégia para oferecer e complementar a experiência do cliente. A criação de um site em primeiro momento pode facilitar na entrada no universo Mobile.

UX 

A boa experiência é definitivamente tudo, no Mobile Day a experiência do usuário é extremamente simples na teoria, mas bem difícil na prática. A experiência de uso é um exemplo de como podemos facilitar as aplicações ou site mobile, com apenas um clique podemos chegar onde queremos, com apenas um clique podemos comprar algo ou chamar um taxi. O UX para mobile, limita-se a diversos problemas, um deles é o tamanho da tela, o conforto que iremos passar para o cliente até a finalização da compra, por exemplo.

Analisar onde o dedo irá chegar no botão sem ter que fazer muito esforço. Criar distrações no mobile é perigoso, afinal isso pode atrapalhar o clique final do usuário. A simplicidade no mobile deve ser apresentada nessas versões, priorizar funções principais em detrimentos de outras.

Anúncios Mobile

O uso do celular no dia a dia se tornou algo tão natural que muitas vezes os usuários não percebem que estão em constante mensagem através do mobile. Empresas deve entender que o celular nem sempre irá finalizar a compra ou uma aquisição. O mobile muitas das vezes é o suporte para a finalização.

No momento de anunciar nas redes móveis devemos pensar em algumas coisas e para quem anunciar, entender os processos de See, Think, Do, Care.

See: em primeiro momento é onde atingimos os usuários de uma forma geral, os consumidores estão conhecendo o produto, estão vendo o seu produto;

Think: é o momento de consumo, o usuário conheceu seu produto e compara com outras marcas conhecidas;

Do:  aqui é o momento da ação, onde o consumidor já conheceu, pensou na sua marca e comprou seu produto;

Care: o estágio final é para os usuários fiéis, o consumidor não precisa mais fazer pesquisa para dar o último clique porque já confia na sua marca e no seu produto/serviço. E é nesse momento que pensamos em um remarketing para atingir de forma diferenciada esses usuários.

Métricas

Para finalizar, o mobile é muito mais rico no momento de mensurar os dados obtidos e criar métricas de conversões. As métricas aqui são muito mais precisas e fortes do que em qualquer outro dispositivo. Afinal podemos analisar o que o usuário está realmente fazendo, download, ligações, links e uma infinidade de outras métricas.

O Mobile nem sempre é onde o usuário dará o último clique, por isso a métrica de investimento no dispositivo mobile deve ser analisado amplamente, afinal o mobile está presente em cada micro conversão até o clique final. As fases do processos devem ser qualificada por valores e ai sim a métrica será atribuída de forma correta.

O Mobile Day já está disponível no canal oficial para assistir a qualquer momento. Não perca mais tempo fazendo o errado se pode analisar, aprender e fazer o correto para atingir mais facilmente seu público.

inbound
Inbound Marketing uma prática eficaz

Com uma semana cheia de trabalhos para serem realizados aqui na Zaez, quando consigo concluir a maioria delas, costumo pesquisar algum assunto que vá agregar algum tipo de conhecimento e me ajudar no desenvolvimento de novas peças. E em um dias desses acabei encontrando o termo Inbound Marketing, recém formado em publicidade e propaganda nunca havia escutado o termo, foi então que resolvi pesquisar e agora passo um pouco do que aprendi para vocês!

Primeiro de tudo, temos que definir o que é o tal termo Inbound. Inbound Marketing, ao contrário do outbound é captar a atenção do consumidor antes de realizar a venda. Já o Outbound é exatamente o tipo de marketing que empurra o produto para o consumidor.

O mais interessante nessa pesquisa, é que ao pesquisar sobre Inbound Marketing, me lembrei de uma das aulas de Laboratório de Publicidade e também de Planejamento. Onde trabalhamos com o livro Lovemarks, que nada mais é do que trabalhar com a emoção, criar conexões, engajamento, e por incrível que pareça o Inbound é isso. Gerar um conteúdo para que o consumidor se identifique e então possa criar uma conexão com a empresa e por fim realizar sua compra, com base em experiências vivenciadas ao longo do processo de compra.

Dado a minha opinião, foi de extrema importância a pesquisa quando o assunto são os números. O que representa o Inbound em números:

– 62% a menos de custo comparado com Outbound;
– 2/3 dos comerciantes dizem que blog é um fator crítico para o crescimento (produzir conteúdo é bom);
– 67% do B2C e 41% do B2B fidelizam clientes via facebook;
– 57% dos que tem blog teve seus produtos adquiridos, em contra partida 42% das empresas que possuem twitter, tiveram seus produtos adquiridos;
– 70% dos comerciantes dizem que blogam 1x por semana (novamente, produzir conteúdo é bom)

Representando a importância do inbound em forma de números, para que possamos saber a grandiosidade dessa técnica de marketing, vamos saber em que área podemos atuar com o inbound, onde ele está presente?

– Infográficos ;
– Fóruns;
– E-mail;
– Ebooks;
– SEO;
– Links Diretos;
– Podcast;
– Vídeos Online;
– Blogs;
– Mídias Sociais;
– Notícias/Mídia/Relações Publicas;
– Boca-a-Boca;
– Marketing por comentários;
– Perguntas e Respostas;

Inbound MarketingEssas práticas envolvem o Inbound Marketing e gera uma certa atençãoo do cliente para sua marca. E elas podem ser classificadas em quatro e simples partes.

E-Mail – Utilizar a prática de marketing digital é uma ótima oportunidade e um caminho certeiro para que o consumidor veja sua mensagem. Portanto gere bons conteúdos na sua caixa de e-mail.

Blog – Criar conteúdo novo é de vital importância para que você fidelize seus clientes e consumidores, dessa maneira você pode passar maior confiança para eles.

SEO – Otimizar o seu blog é de extrema importância para gerar mais leads e ser um conteúdo de relevância.

Mídias Sociais – Hoje em dia utilizar as mídias sociais são de vital importância, sabendo a maneira certa de como comunicar seu público, terá grandes chances de crescer rapidamente e engajar seu público.

Para finalizar esse artigo e também toda a pesquisa que realizei para deixa-los informados sobre essa prática, é importante saber alguns passos para afunilar essa técnica e ela ser eficiente a médio/ longo prazo.

São elas: Planejamento > Alcance > Ação > Conversão > Engajamento.

Por isso que a Zaez – Inovação Digital pensa no melhor para criar as campanhas de seus clientes, sempre tentando inovar e levar o público dos clientes a um estado de adoração pela marca, agregar valores e emoções é um tiro certeiro nos dias de hoje, onde as pessoas estão cada vez mais desconfiadas. Confiança é tudo e o Inbound Marketing trabalha lado-a-lado dessa confiança.

Até mais.

marketing
Porque investir em Marketing em tempos de crise?

Muitos empresários devem pensar que a melhor solução quando a crise aponta é a redução de custos direcionadas à publicidade e ao marketing, certo? Certo! E é ai onde estão errando e criando certas situações para o próprio baixo desempenho de sua empresa.

Essa reação lógica quando enfrentamos alguma crise é normal, mas errada. O certo em momentos de crise não é a redução de custos e sim manter na mesma proporção ou, até mesmo, o aumento desse investimento, um reforço para o que já vem sendo feito. Mas aumentar o investimento não irá gerar prejuízos maiores? Seria pudente seguir nesse pensamento, mas não! Com isso você pode gerar um futuro para sua empresa, Entenda.

Com a crise apontando em sua porta e você aumentando ou mantendo seus investimentos em marketing você não só se molda a crise, como você gera oportunidades de tornar mais eficiente os modelos de gestão das organizações. Ou seja você adquire mais experiência, requer mais planejamento e por consequência tem mais investimento.

MarketingReduzir os investimentos pode ser prejudicial e sua empresa fica em meio ao que é chamado de (potencial miopia de marketing), ou seja, não conseguir identificar os novos padrões de comportamento de seus consumidores, e nem conseguir gerar novas oportunidades no meio tecnológico de seus produtos. A redução de fato é m mais atrativo, mas com alguns passos você passa a entender melhor o porquê investir mais e ser mais eficaz.

Neste cenário, o de crise e investimentos, o empresário deve ver sua empresa e sua publicidade com outros olhos. O marketing tem a capacidade de acompanhar e moldar-se à mudanças micro e macroeconômicas, com isso a sua empresa deve adotar novas atitudes, investir em uma mensagem simples porém eficaz, em outras palavras o seu marketing deve acompanhar essas mudanças.

Efetuar corte em gastos com marketing, pode ser benéfico até a segunda página. Em outras palavras o desinvestimento pode ajudar na realização de uma poupança a curto prazo, mas se torna seu grande vilão quando o assunto é adaptar-se aos novos padrões de comportamento do seu consumidor e muito menos aproveitar novas oportunidades tecnológicas, o corte em gastos com marketing parece o correto a fazer, mas dependendo do seu tipo de negócio só tende a te prejudicar. Ressaltando o parágrafo acima.

Com alguns aspectos negativos desses cortes expostos aqui, também devo atentar que o aumento nos investimentos deve ocorrer de forma clara e objetiva. Contratar profissionais qualificados para acompanhar os investimentos e seguir com esse departamento da melhor forma possível, afinal com o uso correto de sua receita nos investimentos de marketing, você pode criar uma relação mais estreita com seu consumidor, adaptar suas ofertas para chamar maior atenção, criar soluções realmente eficazes e o mais importante de tudo arriscar na criatividade e ambição.

A criatividade nesse ponto chega como uma grande precursora e de grande ajuda para soluções e direcionamentos mais eficazes. Com a criatividade você pode direcionar o seu investimento no foco certo e pode ser o ponto chave para a sobrevivência de sua empresa.

Para finalizar esse post sobre crise e investimento em marketing. Ressalvo alguns pontos:
Não deixe o medo ser mais forte do que a vontade de arriscar;
Cortar gastos pode trazer aspectos positivos apenas a curto prazo;
Tente não gastar muito e nem pouco, gaste o suficiente para que se mantenha ativo no mercado e possa se moldar as novas tecnologias;
Crie soluções eficazes com sua criatividade e ambições.


Warning: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'addcopy' not found or invalid function name in /home/zaez/public_html/wp-includes/plugin.php on line 503