Entre em contato

Enviar Mensagem

Posts com a tag: Brand

TIM
A TIM apresentou a reformulação da sua marca!

A matriz da TIM, que fica localizada na Itália, vem falando de reformulação desde o ano passado. Dessa vez a empresa mostrou de fato no que estava sendo trabalhando. Com a metamorfose, nome proposto no vídeo apresentado, a empresa tende a unificar seus serviços seguindo um novo plano de negócios, com isso a reformulação seria necessária.

O Anuncio foi discreto, mas causou grandes comentários em blogs/sites de design, afinal a TIM é uma empresa de grande porte, e é mais uma empresa que segue mudando sua marca para se encaixar nos padrões atuais, depois de muito usar a caixa de texto em itálico e ondas em seu símbolo, chegou a hora de modernizar e simplificar, dando o real significado da mudança: a unificação.

Como pudemos ver no vídeo divulgado pela Matriz, a metamorfose da marca é evidente. Sem itálico e com linhas retas formando a letra “T“causou opiniões divergentes, uns gostaram e outros nem tanto. Mas como já falamos em outros posts, chega uma hora que a empresa precisa passar por uma reformulação.

No caso da TIM as cores foram são as mesmas mantendo a identificação da empresa, o novo símbolo e texto podem demorar um pouco para cair no gosto de todos, mas fizeram um ótimo trabalho.

Segundo o CEO do grupo, Marco Patuano, a logo é mais “Simples e Moderna” e completa “Decidimos juntas todas as ofertas comerciais, em todos os segmentos em que atuamos, sob a marca TIM, criando uma marca unificada. Isso caracteriza a convergência fixo-móvel”. A reformulação é mais significativa do que pensamos ao olhar os novos traços da marca! É uma mudança geral de hábitos e atitudes para melhorar os processos internos e externos da empresa.

TIM

Pode não parecer uma mudança significativa aos nossos olhos, mas é muito mais do que uma mudança de marca, isso prova que a TIM está sempre focada e redefinindo focos de atuação.

“De uma operadora de telefonia para um player da indústria e da tecnologia, capaz de criar produtos inovadores e serviços baseados em novas plataformas: da banda larga fixa, redes de ultra banda larga móvel, a computação em nuvem da nova rede da tecnologia”. 

Enfim, mudanças são necessárias e a TIM mostrou que elas serão muito mais do simplesmente uma alteração na font do logo! Ainda sem data prevista para a alteração em outros países a nova marca deve chegar no Brasil nos próximos meses!

O que você achou da nova marca?

Lovemark
Construir mais do que uma marca, ser uma LoveMark

Foi no inicio do ano de 2014 que escutei pela primeira vez o termo LoveMarks, o nome pode ser auto-dedutivo mas é muito mais do que uma tradução literária. Muitos pensam que traduzir Love = amor + Mark = marca, chegarão em tudo o que uma Lovemark representa, e é ai onde está o erro, LoveMark é muito mais do que isso.

LoveMarks, são aquelas marcas que possuem um público totalmente engajado por questões emocionais e afetivas. Chega um ponto em que a marca não precisa fazer absolutamente nada, apenas lançar um produto e os consumidores já irão ficar com vontade de comprar, ou melhor, consumidores não, fans!

Essas marcas são criadas com a intenção de vender uma ideia, um conceito e não o produto em si. Mas devem sempre tomar cuidado, pois LoveMarks não podem se deixar levar pelo sucesso e se tornar uma commodities, calma! Commodities são marcas que chegam em um lugar alto no mercado e acabam não inovando, não saem da sua zona de conforto, isso é chamado de commodities. LoveMarks devem sempre estar atentos aos principais desejos e emoções dos seus consumidores, afim de engajar e criar uma grupo de pessoas que ‘ame’ marca em questão.

lovemark

Se tornar uma LoveMark é um processo extremamente difícil, pode parecer fácil, mas não é! Outro erro comum é achar que a marca irá conquistar uma legião de consumidores logo de cara, e sabemos que não é bem assim. Já escrevi diversos outros artigos aqui no Blog Zaez, onde falo que a marca precisa conhecer seu consumidor, conhecer o nicho, conhecer seus costumes, suas necessidades, desejos e conseguir tocar o mais profundo que puder na emoção do consumidor em questão.

Para termos uma LoveMark são necessários alguns passos: engajamento, conhecimento e o mais importante de todos, como a traduçãoo literal da palavra nos diz, o amor. Criar uma marca que passe confiança para o consumidor, que seja acolhedora, isso torna a marca uma LoveMark.

Para finalizar, algumas marcas já chamadas de LoveMarks são:Apple, McDonalds, Nokia, Microsoft, Starbucks e um dos melhores exemplos, a Coca-Cola, onde em todas as suas propagandas ela vende um sentimento, a Felicidade, e não o produto em si. É como se o produto ficasse em segundo plano.

Bom, uma LoveMark é isso, deixar o produto em segundo plano e se tornar algo mais do que simplesmente o produto, se tornar um sentimento.

Até mais.

Cores e Tendencias
A influência das cores

Para muitos, as cores são simplesmente cores, o que está totalmente errado dentro de um contexto gráfico. As cores podem ajudar a consolidar uma marca e também deixar essa marca bem conhecida, elas demonstram a emoção em torno da marca ou projeto gráfico que está sendo desenvolvido.

Escolher uma cor de forma correta, na criação de alguma coisa: marca, e-mail marketing – qualquer job gráfico, pode ajuda na transformação desse trabalho realizado.

Vejamos um exemplo:

O McDonald’s é conhecido pelo grande letreio, chamativo, nas cores Vermelha e Amarela, correto? Mas porque essas cores? Simples, vermelho e amarelo são cores de energia, inquietude, ‘fome’, por isso quando exposto em um grande período de tempo você fica inquieto, e a parte da fome é para você consumir o produto, portanto você consumiu saiu e a loja continua vendendo seus lanches. Viu só como as cores podem sim influenciar nas coisas?

Pesquisando sobre cores na internet encontramos um infográfico muito bacana sobre a influência das cores. O site Shutterstock colocou umas informações bem legais sobre cores mais utilizadas no ano de 2014. Dá ó uma olhada:

Influência das Cores

cores01

Infográfico de Cores e Tendências – Shutterstock 2014
cores02

Cores ao redor do mundo

Tendências sempre variam conforme a região, e vimos grandes diferenças nas principais cores usadas pelo mundo. Na América do Norte, as principais tendências foram de verde e azul, enquanto na África os vermelhos e laranjas prevalecem. Verdes também foram populares em algumas partes da Europa, enquanto o rosa se destacou na Rússia, China e Argentina.
cores03

Cores em alta

Algumas cores são constantemente populares (ou constantemente impopulares) todos os anos, mas outras variam de acordo com o tempo. Bege, por exemplo, perdeu popularidade, enquanto tons de cinza começaram a se destacar.
Já downloads de imagens com cores verdes se intensificaram no início desse ano, graças à Copa do Mundo e a uma grande seleção de imagens de futebol. E seguindo o crescimento desenfreado da internet, nós vimos um aumento de downloads de imagens com o forte azul ‘social media’. Roxo também aumentou nos últimos meses, seguindo uma tendência criada pela Cor do Ano da Pantone.

Verde teve aumento de 81% | Cinza aumentou 58% | Azul aumentou 37% | Roxo cresceu 20% e está em ascensão | Bege teve queda de 60%

Cores04cores05

Principais cores por país

É sempre fascinante ver diferentes estilos e tendências nos países ao redor do globo. Aqui (Brasil) estão algumas das mais populares cores em quatro dos nossos principais mercados: Roxo, Tons de Verde, Azul e Vermelho
UK: Tons de Azul, vermelho e lilás;
Alemanha: Vermelho, tons de verde, laranka e azul;
Esados Unidos: Laranja, vermelho, verde e azul


Warning: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'addcopy' not found or invalid function name in /home/zaez/public_html/wp-includes/plugin.php on line 503