Entre em contato

Enviar Mensagem

Mensagens Categorizado: Mídias Sociais

Instagram
Mais 3 dicas que podem alavancar sua empresa no Instagram!

Com o crescimento das mídias sociais o instagram não ficou para trás. A rede social, ouso dizer, a mais forte quando o assunto é fotos, está com a bola toda e não serve somente para o uso pessoal.

Se você possui algum empreendimento e não sabe como utilizar o instagram para o bem da sua empresa, é simples! Vamos dar algumas dicas práticas que a Zaez – Comunicação Digital aplica em seus clientes!

As três dicas são bem práticas, mas algumas devem ser trabalhadas com mais cuidado, pois é preciso fazer uma análise do seu público-alvo e das pessoas que você gostaria de atingir.

As dicas são:

Usar hashtags de maneira correta!
Muito se vê na internet as pessoas usando hashtags de forma errada e até escrevemos um post sobre isso. A Hashtag como ferramenta de busca, ela tem o poder de listar o conteúdo para quem tiver potencial interesse em determinado assunto, no seu conteúdo!

Na Zaez utilizamos as hashtags de maneira funcional, onde delimitamos o que é interessante e não para nosso cliente, pesquisamos termos mais usados e mais relevantes para inserir nas postagens do instagram!

Analisar concorrentes.
Já te passou pela cabeça que usar sua concorrência para o seu próprio bem pode ser algo interessante? Nesse ponto, nós analisamos a concorrência para extrair somente o que há de bom. Nessa analise vimos erros e acertos para aplicar fatores que trarão benefícios para sua empresa.

Posts patrocinados.
No último dos casos, afinal crescer em qualquer rede social é algo que demanda tempo e muitas vezes dinheiro, você pode optar por posts patrocinados. Aqueles posts pagos e até mesmo a contratação de blogs e sites para realizar a divulgação do seu produto ou rede social . Essa etapa serve para conseguir engajar seu público, dessa forma a Zaez busca parceiros qualificados para melhor atender sua necessidade e trazer resultados.

As três dicas são aplicadas em nossos clientes e na própria agência. Buscamos sempre aprimorar nossos conhecimentos e realizar o melhor para nossos clientes e parceiros!

Instagram
5 dicas para utilizar o Instagram e alavancar sua empresa

Imagens sempre chamam mais a atenção das pessoas, e em diversas pesquisas esses dados são comprovados. Portando uma das vantagens de utilizar o Instagram para alavancar sua empresa é o tiro certeiro, afinal a rede social é voltada para fotos e vídeos. Mas como em qualquer outra rede social, deve se seguir boas práticas e algumas etapas para se obter sucesso.

A rede social Instagram é utilizada para a divulgação de fotos e vídeos podendo, ou não, serem compartilhadas nas demais redes, como facebook e twitter. Tendo isso em mente o Instagram se torna uma ótima ferramenta para a divulgação e impulsionar os objetivos de seus negócios.

Pensando no uso dessa rede social, confira 5 dicas para utilizar o instagram e alavancar sua empresa:

1. Identificar seu público: como em qualquer outra ação para impulsionar seus objetivos, seja de venda ou aquisição, é importante que você tenha um público-alvo definido. Sempre batemos nessa tecla, afinal se você não tem um público definido sua estratégia pode chegar até o público errado e os resultados serem negativos.

2. Definir Estratégia: seguindo o raciocínio, tendo o seu público definido, ai sim você irá definir qual estratégia seguir. Se utilizará vídeos ou imagens para sua determinada ação.

3. Periodicidade: o Instagram é utilizado também para manter um contato direto com o seu público, dessa forma você deve decidir quais dias e como serão realizadas as publicações. Definir quantas publicações serão feitas para não incomodar o usuário ou deixa-lo esquecer da sua marca.

4. Saber usar a rede social: não adianta postar qualquer foto ou qualquer vídeo e esperar um bom resultado. Assim como qualquer outra ação o que é veiculado deve ser pensado, planejado e então executado, sendo para qualquer finalidade.

5. Ações de vendas e promoções: uma boa dica para impulsionar sua empresa através da rede social Instagram é a realização de promoções dentro da rede. Depois de decidir qual o seu público, definir uma estratégia, você pode criar um engajamento por meio dessas promoções, lembrando sempre da periodicidade e do uso da rede.

 

Senso de Urgência
Senso de urgência: um grande vilão para os criativos

Devido algumas, nada boas, experiências me deparo constantemente com o famoso senso de urgência. Em alguns momentos ele até me serve de maneira com que eu realize uma tarefa rápida, mas na maioria das vezes esse senso de urgência adquirido por experiências passadas podem prejudicar muito mais do que ajudar.

Com base naquilo que vivi, em relação a trabalhos, empresas em que trabalhei, onde a política do “é para ontem” era constantemente aplicada nos funcionários e membros de uma equipe que trabalhava para o crescimento dessa empresa. Fui sendo moldado a reagir a todos os outros lugares onde passei da mesma maneira, era algo natural onde o job, mesmo com dias de respiro para ser entregue, era entregue “para ontem“.

Quando me vi fora dessas empresas que sugavam meu sangue até o último suspiro, comecei a pensar se seria possível reverter essa situação, o senso de urgência está imposta em grande parte da sociedade em que vivemos nos dias de hoje, mas eu não precisava mais servir a essa urgência. A prioridade era realizar meus trabalhos da melhor forma possível dentro de um prazo pré-estabelecido.

Prazo esse que me da tempo de pensar em tudo o que vou fazer, com isso resolvi escrever esse post falando sobre meu processo criativo, o que eu faço quando preciso fazer um novo trabalho mas não sei nem por onde começar, ou então aquele senso de urgência que adquiri com o tempo insiste em voltar e acabo atropelando todas as atividades à serem realizadas?

1.Antes de mais nada largo todos os materiais que costumo usar, tiro a mão do mouse, largo a caneta e coloco meus fones de ouvido. Esse é o momento que preciso analisar todas as informações coletadas pelo atendimento, analisar pontos positivos, negativos do briefing coletado. Então, apenas leia o que você tem em mãos.

2.Após analisar seus dados, volte para a caneta (se preferir abrir um bloco de notas no computador também serve) e esse é o momento de jogar para fora todas as suas ideias para o job. É o momento do brainstorm, o famoso palpite de ideias, rabisque na folha, escreva ideias absurdas, outras nem tanto, simplesmente escreva.

3. Nesse terceiro momento é hora de cruzar os dados que você tem em mãos, o que seria bom para o job com aquilo que você já tem sobre ele, imagine como seria o job, não como ele seria pronto, mas imagine as informações flutuando na sua cabeça. Deixe sua imaginação entrar em ação.

4. Busque referencias, tenho certeza que você tem aquele autor favorito, um desenhista que goste muito. Crie sua personalidade com tudo aquilo que você acha bonito, gosta e se inspire. Portanto esse é o momento de buscar referencias visuais para adaptar aquilo que imaginou em sua cabeça.

5. Por último, mas não menos importante, comece devagar, sem pressa a criar tudo o que pesquisou/imaginou. Coloque no papel, depois passe para a edição gráfica.

Essas 5 dicas podem ser absurdas para você, mas é como começo a criar algum job novo, o tempo é um grande aliado que o senso de urgência está nos tomando. Portanto respire fundo, foco no prazo e realize bons trabalhos.

Engajamento
Engajamento: o quanto sabemos sobre?

Muitas marcas estão atirando para todos os lados, sem se preocupar com seu público especifico, sem direcionar suas ações a um público mais engajado com sua marca, e isso está errado.

O que é engajamento?

Engajamento é o nível de interação que acontece entre o usuário e a marca. O usuário é aquele que veste a camisa da empresa. Esse vê além da marca, consegue enxergar valor emocional, o que está bem perto de se tornar uma Lovemark, como falamos nesse post.

Ao ter um valor emocional vai além da aquisição do produto, o seu público está engajado com sua marca que são de grande importância para a divulgação.

Ele é importante?

Com certeza essa pergunta é bem retórica, o engajamento é o sonho de qualquer empresa nos dias de hoje. É mais do que importante o engajamento, afinal você consegue apoio dos próprios usuários e eles farão a imagem positiva da sua marca.

O Engajamento é importante para meus objetivos?

Sim, tenho um público engajado com sua marca e suas ações, seus objetivos serão alcançados com maior facilidade. Tendo um público que veste a camisa da empresa e a torna uma Lovemark, os objetivos serão facilmente concluídos.

Maneiras de engajamento e de melhorar meu engajamento

Existem diversas maneiras de saber se seu público está engajado com suas ações e sua marca.

Comentários;
Interação;
Compartilhamentos;

Para melhorar o engajamento em suas postagens e ações você pode facilitar o conteúdo que está divulgando, facilitar os caminhos para a chegada ao objetivo.

Usar Call-to-Action pode ajudar no engajamento em determinada ação.

 

Em outras palavras o engajamento é importante para o crescimento e amadurecimento da empresa. Ter um público especifico que ‘gosta’ de um modo diferenciado do seu conteúdo/produto abrirá novos caminhos e irá facilitar o engajamento de novos usuários.

O engajamento é sim muito importante para qualquer empresa nos dias de hoje.

 

Call-to-Action
Call-to-Action: o que é e como pode me ajudar?

Call-to-Action parece ser um termo difícil mas quando se tem compreensão do que se trata é de grande ajuda em relação ao aumento leads.

O que é CTA ou Call-To-Action?

Call-to-Action são práticas realizadas em qualquer tipo de site a fim de chegar no seu objetivo final. Em sua tradução “chamada para a ação” ou seja, links e direcionamentos que levam seu lead a realizar a ação final, afunilar até o final da compra, por exemplo.

Qual o seu planejamento em relação ao CTA?

Antes de mais nada, você já deve ter em mente um funil que chega até seu objetivo final. Dessa forma você pode direcionar seus diferentes tipos de usuários por caminhos objetivos que levem até o final do funil.

Por exemplo: temos tantos acessos em um e-commerce onde essa porcentagem maior é de novos usuários, levando em consideração iremos direcionar esses novos usuários a tipos de links diferentes dos clientes já fieis.

Sua audiência

Conhecer sua audiência é de extrema importância para saber de que modo agir em relação aos CTA’s. Como dito anteriormente, é importante o conhecimento de quantos são novos clientes e quantos são já fieis.

Quais os formatos de CTA?

Para a realização de Call-To-Action existem vários tipos de serem inseridos no seu site. Depois de analisar os diferentes nichos do seu público alvo e descobrir quais são seus interesses, partimos para a fase de testes, um pouco diferente do teste A/B que falamos em um outro post, esses testes servem para saber quais práticas são boas no seu tipo de ação.

Você pode utilizar práticas comuns dentro do seu site/blog ou loja. Como por exemplo:

Sidebar;

Texto (links)

Imagens

Comentários

Compartilhamentos em Redes Sociais;

 

Nesse passo o importante é a realização de testes para descobrir qual o melhor caminho, não existe uma formula única, afinal cada marca tem seu público em potencial.

Assunto do Post

O assunto do post reflete diretamente no modo como o usuário irá ser direcionado para outros links e ir afunilando o funil até o objetivo. O assunto deve ser relevante e de interesse do seu público.

Métricas e taxa de conversão

É importante que você tenha conhecimento dos resultados gerados, lembra que falamos sobre testes, tentativa e erro em relação aos CTA’s. Com o conhecimento em relação as métricas e taxa de conversão você irá confirmar aquilo que é bom ou ruim para seu objetivo.

CTA’s Inteligentes

No exemplo dado, falamos que uma parcela seria um público mais fiel em relação a sua marca. As CTA’s inteligentes serão direcionadas a eles, de maneira diferenciada dos demais. Mais objetivo.

Espero ter tirando um pouco da dúvida sobre CTA’s e ajudado a melhorar suas conversões.

E-mail Marketing
E-mail Marketing: 7 dicas para os leads abrirem os e-mails

Faz um tempo desde que publicamos outro artigo de dicas, 10 dicas de como criar um bom título para seus e-mails, que tal continuarmos com as dicas?

O E-mail marketing, como já dito aqui no blog, ainda é uma boa prática para a divulgação e propagação da sua mensagem para seus consumidores e clientes em potencial, e se tornam ainda mais relevante, de acordo com as pesquisas mostradas no Mobile Day, afinal as pessoas estão com seus e-mails abertos várias vezes ao dia, ainda mais com a crescente do dispositivo móvel.

Mas você tem notado que os leads, consumidores/clientes, não estão abrindo seus e-mails? Estão simplesmente ignorando e mandando para a caixa de spam ou lixo. Calma, as dicas que daremos nesse post é exatamente para melhorar esse desempenho dos e-mails, em relação as aberturas únicas do mesmo.

As dicas estão relacionadas ao conteúdo que você envia para seus leads, fazendo com que eles se interessem mais por eles.

1. O conteúdo do seu e-mail é o ponto de extrema importância, se você chegou a decisão de enviar e-mail marketing é porque já tem em mente seu público-alvo formado, então seja direto, conciso e relevante para esse público.

2. Remetente: reconhecer quem está enviando o e-mail é muito importante, isso faz com que a primeira ação do lead não seja a de apagar o e-mail, pode gerar interesse ao saber de onde o e-mail vem. Deixe claro que é da sua empresa.

3. O Título do e-mail geralmente é o que vai atrair seu lead para abrir o e-mail. Leia mais em nosso artigo de dicas para criar bons títulos. 

4. Abordagem: a linguagem que você utiliza no conteúdo deve ser adequada ao seu público, criando empatia e deixando-o mais confortável.

5. Responsivo: como dito na introdução do artigo, os lead estão cada vez mais presentes na rede móvel, portanto é importante que seu E-mail Marketing seja responsivo, podendo ser visto no computador e também no celular, tablets e etc.

6. Datas de envio: faça um bom planejamento dos envios, delimite datas especificas para enviar os e-mails e divida por partes. Com um planejamento adequado você cria proximidade com seu público ao invés de afastá-lo.

7. Call to Action: faça o seu cliente realizar ações em seu e-mail, deixe sempre visível e logo no começo do e-mail, caso ele não role até o final.

Chegamos a conclusão de que as práticas que podem levar o seu lead a abrir o E-mail Marketing é bem simples. Melhorando o conteúdo, direcionando ao público certo e acertando no modo como chamar a atenção dele o e-mail será aberto na certa!

Retenção de Clientes
Retenção de Clientes, uma estratégia eficaz

Você já parou para pensar o quanto conhece do seu consumidor final? Quais as diferenças que ele tem em relação aos outros usuários que não chegam a comprar um produto do seu site ou sua loja?

Nos dias de hoje, em relação a disputa e concorrência que empresas vem enfrentando, a retenção de clientes é um dos métodos eficazes para conseguir a tão sonhada fidelização de um consumidor. Um bom exemplo para esse caso seria as vendas de antigamente, onde os donos sabiam o nome de cada um dos consumidores, data de aniversário e gostos, podendo, com essas informações, criar um atendimento personalizado e diferenciado dos demais.

Porque não aplicarmos técnicas do mesmo gênero nos dias de hoje e então nos diferenciarmos das demais empresas. Hoje a experiência do usuário em sua loja, e-commerce é de extrema importância em todos os aspectos, desde o processo de pesquisa, até o último clique, o clique da compra.

Foco e Redução de Custos

Com o foco na Retenção de clientes, podemos perceber que o “antigo”método de conhecimento é bastante eficaz nesse caso, utilizar das ferramentas de marketing, e a expansão digital para melhorar o atendimento com seus clientes e então conseguir captar informações preciosas para a criação de ações mais especificas e direcionadas ao seu público. Conhecer de fato o seu consumidor e então agir de forma correta e diferenciada.

Deixar de lado a atração para focar na retenção pode ser uma boa estratégia quando o foco é reduzir custos, com a retenção você passa a conhecer e investir capital em campanhas diretas afim de solucionar e satisfazer o cliente no que ele realmente precisa, ajudando você, empresário, a saber o que realmente é produtivo.

Em outras palavras o uso do seu investimento é certeiro e sem perda de tempo, afinal você consegue direcionar suas campanhas para termos e produtos já buscados por clientes retidos em sua rede. Assim a “economia” é evidente, quando não é preciso gastar em algo que é novo e nunca foi trabalhado, podendo ter um investimento maior de capital e tempo.

Fidelização de Clientes

Em um contexto mais amplo, a Retenção de Clientes irá ajudar na fidelização desses clientes, aqueles que estarão envolvidos diretamente nas ações que irá tomar ao divulgar um produto ou fazer uma ação. Trabalhar na base de clientes já existente é importante e necessário para que ocorra essa fidelização e posteriormente o crescimento de receitas, afinal você terá uma base de clientes fieis, prontos para comprar da sua loja assim que houver uma necessidade.

Considere a hipótese de que seu consumidor já existente é muito importante para sua empresa, mas não deixe de lado os que virão naturalmente, foco na lista de clientes já existentes é uma boa estratégia para conseguir alcançar maior parte do seu público.

 

Integração Contínua
O valor da integração contínua 3/4

Continuando nossa série de artigos sobre os benefícios da utilização de integração continua no ambiente de desenvolvimento, veremos como ela melhora a visibilidade do projeto e estabelece uma maior confiança no produto sendo entregue ao cliente.

Melhorando a visibilidade do projeto através do CI

Integração continua provê a habilidade de identificar tendências e tomar decisões mais eficazes, ajudando a prover a coragem para inovar nas melhorias. A maioria dos projetos sofre quando não existem dados reais ou recentes para embasar decisões, então todos se baseiam no bom senso. Tipicamente, membro dos projetos coletam essas informações manualmente, tornando o processo cansativo e demorado. O resultado é que a informação, muitas vezes, nunca realmente é obtida.

Ao utilizar a integração continua, os benefícios na visibilidade do projeto permitem:

  • Decisões eficazes: Um sistema de integração continua pode prover dados em tempo real da build mais atual, contendo seu status e suas métricas de qualidade. Alguns sistemas de integração ainda podem mostrar taxas de erro e conclusão de funcionalidades.
  • Identificar tendências: Uma vez que integrações ocorrem freqüentemente em um sistema de integração, a habilidade de identificar tendências no sucesso ou falha de uma build, alteração na qualidade da aplicação e outras informações rotineiras se torna possível.

Aumentando a confiança do produto através da integração continua

Em resumo, a aplicação de práticas de CI podem aumentar a confiança na produção de um software. A cada nova build, a equipe sabe que testes são executados para verificar comportamento da aplicação, que padrões de design e programação são alcançados e que o resultado é uma solução comprovada.

Sem integrações frequentes, algumas equipes podem se sentir sufocados, uma vez que eles não sabem quais os impactos que uma modificação no código pode causar. Uma vez que um sistema de CI avisa quando alguma coisa dá errado, membros da equipe de desenvolvimento ficam mais tranquilos em realizar modificações. A utilização de um sistema de integração continua encoraja uma base primária onde todos os recursos do software são construídos. Existe uma maior confiança na acuracidade da solução sendo desenvolvida.

Com tantos beneficios em sua utilização, o que previne então, que equipes utilizem práticas de integração continua no desenvolvimento de suas aplicações? Freqüentemente, é uma combinação de fatores, os quais veremos na ultima parte de nossa série sobre o valor da integração continua. Fique ligado!

mobileDay
Mobile Day: A Evolução dos dispositivos móveis

A grande empresa Google vem promovendo bons eventos sobre o mundo digital e como aproveitá-lo da melhor forma possível quando se faz parte de uma empresa ou quando você é dono de uma empresa. Nas primeiras semanas de junho não foi diferente,a empresa apresentou a sua gama de usuários o Mobile Day, um evento para falar sobre o crescimento do mobile/dispositivos móveis e como utilizar todos as vias que essa tecnologia pode proporcionar, isso tudo da melhor forma a fim de atingir seu público alvo.

Por que Mobile?

Como qualquer tecnologia, o mobile mostra um grande avanço desde o dia em que começou a surgir no mercado. Dessa forma os números só tendem a aumentar cada vez mais, como por exemplo: mesmo o Brasil entrando na quinta colocação no uso de mobile, apenas 5% desse número são de empresas. Muitas vezes por achar que não tem necessidade se inserir nesse universo, elas acabam deixando de lado e investindo em mais do mesmo.

O mobile conseguiu uma evolução significativa com apenas um ano desde o seu crescimento, nós questionamos o porque ficamos na fila do banco seja para pagar uma conta ou fazer uma transferência se podemos, apenas com um clique fazer tudo o que precisamos com um celular? As pessoas estão se tornando mais dependentes do celular sem perceber.

Em outras palavras, o crescimento significativo do mobile muda a forma como o indivíduo atua em relação as atividades normais do seu cotidiano, o mobile ajuda e descomplica o dia a dia de pessoas cada vez mais ocupadas e inseridas em um mundo sem pausas. E com essa evolução as empresas não estão agindo para aprender as vantagens da mobilidade.

Site ou App

A estratégia que devemos adotar, quando repensamos o modo de inserção ao mundo mobile, muito se questiona sobre criar um mobile site ou um App. Somos apresentados a números diariamente, mostrando que as pessoas passam 14% em mobile sites e o restante 86% em app, seja eles de qualquer tipo. Mas é ai pode estar o erro, as empresas devem entender como funciona, suas funcionalidades, propósito, e funções, não será como o Desktop que pode entrar de cabeça, o mobile deve ser estudado antes.

Varia muito de empresa para empresa na hora de escolher o site ou app, uma tarefa rápida pode ser facilmente sanada por sites mobile ao invés de aplicativos. Já o aplicativo pode causar a fidelização do cliente, demonstrar o afeto da empresa x cliente.

Aplicativos podem ser baixado a qualquer momento, por isso a criação de um deve ser pensada em uma ótima estratégia para oferecer e complementar a experiência do cliente. A criação de um site em primeiro momento pode facilitar na entrada no universo Mobile.

UX 

A boa experiência é definitivamente tudo, no Mobile Day a experiência do usuário é extremamente simples na teoria, mas bem difícil na prática. A experiência de uso é um exemplo de como podemos facilitar as aplicações ou site mobile, com apenas um clique podemos chegar onde queremos, com apenas um clique podemos comprar algo ou chamar um taxi. O UX para mobile, limita-se a diversos problemas, um deles é o tamanho da tela, o conforto que iremos passar para o cliente até a finalização da compra, por exemplo.

Analisar onde o dedo irá chegar no botão sem ter que fazer muito esforço. Criar distrações no mobile é perigoso, afinal isso pode atrapalhar o clique final do usuário. A simplicidade no mobile deve ser apresentada nessas versões, priorizar funções principais em detrimentos de outras.

Anúncios Mobile

O uso do celular no dia a dia se tornou algo tão natural que muitas vezes os usuários não percebem que estão em constante mensagem através do mobile. Empresas deve entender que o celular nem sempre irá finalizar a compra ou uma aquisição. O mobile muitas das vezes é o suporte para a finalização.

No momento de anunciar nas redes móveis devemos pensar em algumas coisas e para quem anunciar, entender os processos de See, Think, Do, Care.

See: em primeiro momento é onde atingimos os usuários de uma forma geral, os consumidores estão conhecendo o produto, estão vendo o seu produto;

Think: é o momento de consumo, o usuário conheceu seu produto e compara com outras marcas conhecidas;

Do:  aqui é o momento da ação, onde o consumidor já conheceu, pensou na sua marca e comprou seu produto;

Care: o estágio final é para os usuários fiéis, o consumidor não precisa mais fazer pesquisa para dar o último clique porque já confia na sua marca e no seu produto/serviço. E é nesse momento que pensamos em um remarketing para atingir de forma diferenciada esses usuários.

Métricas

Para finalizar, o mobile é muito mais rico no momento de mensurar os dados obtidos e criar métricas de conversões. As métricas aqui são muito mais precisas e fortes do que em qualquer outro dispositivo. Afinal podemos analisar o que o usuário está realmente fazendo, download, ligações, links e uma infinidade de outras métricas.

O Mobile nem sempre é onde o usuário dará o último clique, por isso a métrica de investimento no dispositivo mobile deve ser analisado amplamente, afinal o mobile está presente em cada micro conversão até o clique final. As fases do processos devem ser qualificada por valores e ai sim a métrica será atribuída de forma correta.

O Mobile Day já está disponível no canal oficial para assistir a qualquer momento. Não perca mais tempo fazendo o errado se pode analisar, aprender e fazer o correto para atingir mais facilmente seu público.

Marketing LinkedIn
Porque o LinkedIn se tornou uma poderosa ferramenta de Marketing

O crescimento da internet como um poderoso canal midiático possibilitou um grande impacto no mundo dos negócios, trazendo consigo oportunidades diversas e interessantes para alavancar uma marca ou serviço.

Porém, como em toda revolução social há ainda diversas divergências de adaptações e exploração dos canais. Quando pensamos em redes sociais logo lembramos do famoso Facebook. É difícil encontrar hoje em dia, uma marca que não possua uma página nesta rede social, mesmo que não à alimente periodicamente, elas estão por lá. Nem o Facebook ou a estratégia de conteúdo é o foco deste artigo, mas optei em usá-lo para exemplificar o quanto é comum ás marcas se cadastrarem nas redes sociais para potencializar suas estratégias de Marketing e chegarem até o seu consumidor-alvo.

Porém, outra Rede Social que cresceu muito aqui no Brasil nos últimos anos potencializando um excelente canal para estratégias Marketing é o LinkedIn. Dado exposto, já identificamos desde o inicio de 2015 o quanto as marcas estão explorado está rede social, através de anúncios, ebooks entre outras ações para convencer novos usuários para rede.

Dados recentes do LinkedIn no Brasil apresentam que a rede já ultrapassou a marca de 20 milhões de usuários cadastrados. E esse número vem aumentando a cada dia. É importante lembrarmos que é uma rede social muito diferente do Facebook, e tem uma característica profissional muito forte mesmo que as pessoas lá cadastradas também usem o Facebook, nesta rede social seu comportamento é muito distinto.

Além de ser uma ferramenta de relacionamento completa, com todos os recursos possíveis, vídeo, áudio, fotos e textos. O marketing corporativo no LinkedIn propicia um ambiente e condições ideais para geração de leads, exposição da marca e criação de novas oportunidades de negócios.

Saiba as principais ferramentas para Marketing no LinkedIn

1. Company Pages

É uma página que potencializa presença corporativa da marca nesta rede social, nela as marcas podem desenvolver um ambiente de apresentação formal da empresa, com conteúdos para seus seguidores, compartilhar seus valores e converter fãs para marca. Lembra um pouco do modelo das Fan Pages no Facebook, só que tem outra abordagem e formato de alcance de público.

Importante: Nas Company é preciso um bom conteúdo com foco no interesse profissional do teu seguidor, com uma boa apresentação gráfica, informações relevantes sobre a empresa e atualização constante de conteúdo.

2. ShowCase Pages

É uma ferramenta recentemente adicionada para as Company Pages que foi lançada em Novembro de 2014, em substituição à aba de Produtos e Serviços, também habilitando a possibilidade de disponibilizar vagas de trabalho na página.

De acordo com o próprio LinkedIn a idéia de incorporar as Showcases Pages é de ajudar as empresas destacar os diferentes aspectos de seus negócios e construam relações com uma comunidade específica. “Seja uma marca, uma unidade de negócios ou uma iniciativa, seguir uma Showcase Page irá lhe fornecer as atualizações que você mais estiver interessado”.

Para as empresas que desejam montar uma Showcase Page, primeiro necessitam identificar quais áreas precisam de uma Showcase Page. Depois basta ir ao menu “Edit” e selecionar “Criar uma Showcase Page”. Criada a página, as empresas já podem começar a compartilhar conteúdos e usar as ferramentas de análises para monitorar o desempenho da página. (Fonte Canaltech)

3. LinkedIn Ads

O LinkedIn Ads são a forma de publicidade na rede ou seja, os links patrocinado. Eles funcionam de forma parecida com a dos Facebook Ads e são uma ótima ferramenta para divulgação de produtos e serviços dentro do LinkedIn. Principalmente pela ótima possibilidade de segmentação do público para o qual os anúncios serão exibidos.

  1. Nome de empresas
  2. Setor e tamanho da empresa
  3. Funções e nível de experiência dos participantes da rede
  4. Instituições de ensinos
  5. Gênero e faixa etária

4. Grupos do LinkedIn

Com estes recursos podemos criar campanhas específicas para cada grupo de pessoas que queremos atingir e com isso trazer muito mais retorno para as campanhas.

 

Para finalizar, apenas sugiro aos profissionais de Marketing ou gestores que pretendem usar o LinkedIn, para que tenham cautela pois, é uma rede social estreita a um marketing pessoal, para um possível recolocação e debates entre profissionais, mas como vimos no texto há muito espaço para a criação de ações de marketing. É uma questão de conhecer as ferramentas disponíveis e criar as estratégias necessárias para atingir a seus objetivos mercadológicos.

 


Warning: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'addcopy' not found or invalid function name in /home/zaez/public_html/wp-includes/plugin.php on line 503