Entre em contato

Enviar Mensagem

Mensagens Categorizado: Marketing

Marketing
Investir no marketing em tempos de crise?

Quando a palavra “crise” é ouvida por empresários e empreendedores, por um instinto natural, a primeira coisa a ser pensada/feita é o corte repentino de gastos dentro da empresa, tendo em vista que esses gastos são a solução para que sua empresa volte a atingir bons resultados dentro de uma crise, ai é onde encontramos o erro.

O setor que devemos cortar, é sem dúvidas o setor de marketing, não? Não! Totalmente errado, afinal quem irá propagar a imagem da marca para que possa gerar resultados efetivos, e só assim conseguir bons resultados dentro da crise? Esse corte acontece devido a falta de preparo psicológico e entendimento do mercado em que atua, causando um descontrole por conta da crise que leva a crer que: reduzir gastos é a melhor forma de voltar a crescer.

Antes de mais nada é preciso entender o modo como os consumidores estão agindo nesse novo mercado estabelecido por conta da crise, entender que existem diversos tipos de consumidores e também diversos tipos de empresas. Depois de entender como se estabelece os consumidores, entender como sua empresa está agindo e então analisar se é preciso mudar a forma de agir ou não.

Para termos melhor propriedade do que estamos falando, existem alguns pontos que podemos tocar para não nos precipitarmos no modo de agir nessas situações. Dessa forma analisamos o modo como a empresa está agindo em relação a crise e o setor de Marketing.

Você consegue identificar se sua empresa atua no Marketing de Despesas ou no Marketing de Investimentos? O marketing de despesas é focado em métricas e estratégias que não estão diretamente ligadas aos resultados e ganhos da empresa, em contrapartida o marketing de Investimento é focado em estratégias que geram resultados intangíveis, aqueles que são alcançados a longo prazo e geram credibilidade para a empresa.

Sabendo como sua empresa atua em relação ao marketing fica mais fácil entender um pouco dos posicionamentos em alguns pontos como:

Planejamento do marketing

O planejamento dentro do Marketing de Despesas, é pensado puramente nos gastos que a empresa irá gerar para a empresa, onde serão investidos sem gerar nenhum tipo de métrica em relação aos gastos. Já o planejamento para o Marketing de Investimento é pensando de forma estratégica ao longo do ano, pensando no gasto e no retorno que envolve o gasto.

Mensurar Resultados

Marketing de despesas preocupa-se em planejar estratégias visando os gastos que suas campanhas irão gerar, dessa forma ficamos engessados a criar campanhas somente para gerar algum tipo de estatística, um exemplo é o anuncio de uma campanha no facebook, criado puramente para conseguir likes, quanto maior a quantidade de likes melhor.

Já o marketing de Investimento é pensando em planejar estratégias que efetivem um consumidor em potencial, tendo total controle do gastos e investimentos, sabendo que os resultados irão gerar algum tipo de retorno. Utilizando o exemplo do facebook, usamos o mesmo orçamento para conseguir gerar visualizações em algum tipo de conteúdo criado que irá gerar interesse no consumidor.

Orçamento Destinado ao Marketing

A principal diferença dentro do orçamento destinado aos tipos de marketing, é que no de Despesas ficamos engessados a um único valor estipulado para o ano todo, e esse valor é destinado a diversas campanhas, fazendo com que as campanhas sejam criadas de acordo com o valor pretendido, baixando chances de crescimento. No Marketing de Investimento o orçamento é flexível ao tipo de campanha que será criada para a ação pretendida, podendo ter maior controle dos gastos e criar um campo maior para os resultados.

Pensando nisso identificando sua empresa dentro de um dos dois tipos de marketing, o de Despesas ou o de Investimento, é possível fazer a migração para o melhor, que é o de investimento, o que gera maior crescimento dentro de uma situação de crise.

1. identificar quais são os principais recursos de hoje e criar campanhas destinadas ao seu público dentro desses recursos;

2. Gerar conteúdo e captar novos consumidores a fim de melhorar o relacionamento e gerar maiores resultados;

3. Melhorar o relacionamento com seu consumidor, leia o artigo sobre LoveMark;

Escrevendo esse artigo, entendi que em momentos de crise, o melhor não é o corte repentino de custos diretamente no setor de marketing. O melhor é parar e analisar como sua empresa está atuando e tentar melhorar para obter melhores resultados.

Marketing LinkedIn
Porque o LinkedIn se tornou uma poderosa ferramenta de Marketing

O crescimento da internet como um poderoso canal midiático possibilitou um grande impacto no mundo dos negócios, trazendo consigo oportunidades diversas e interessantes para alavancar uma marca ou serviço.

Porém, como em toda revolução social há ainda diversas divergências de adaptações e exploração dos canais. Quando pensamos em redes sociais logo lembramos do famoso Facebook. É difícil encontrar hoje em dia, uma marca que não possua uma página nesta rede social, mesmo que não à alimente periodicamente, elas estão por lá. Nem o Facebook ou a estratégia de conteúdo é o foco deste artigo, mas optei em usá-lo para exemplificar o quanto é comum ás marcas se cadastrarem nas redes sociais para potencializar suas estratégias de Marketing e chegarem até o seu consumidor-alvo.

Porém, outra Rede Social que cresceu muito aqui no Brasil nos últimos anos potencializando um excelente canal para estratégias Marketing é o LinkedIn. Dado exposto, já identificamos desde o inicio de 2015 o quanto as marcas estão explorado está rede social, através de anúncios, ebooks entre outras ações para convencer novos usuários para rede.

Dados recentes do LinkedIn no Brasil apresentam que a rede já ultrapassou a marca de 20 milhões de usuários cadastrados. E esse número vem aumentando a cada dia. É importante lembrarmos que é uma rede social muito diferente do Facebook, e tem uma característica profissional muito forte mesmo que as pessoas lá cadastradas também usem o Facebook, nesta rede social seu comportamento é muito distinto.

Além de ser uma ferramenta de relacionamento completa, com todos os recursos possíveis, vídeo, áudio, fotos e textos. O marketing corporativo no LinkedIn propicia um ambiente e condições ideais para geração de leads, exposição da marca e criação de novas oportunidades de negócios.

Saiba as principais ferramentas para Marketing no LinkedIn

1. Company Pages

É uma página que potencializa presença corporativa da marca nesta rede social, nela as marcas podem desenvolver um ambiente de apresentação formal da empresa, com conteúdos para seus seguidores, compartilhar seus valores e converter fãs para marca. Lembra um pouco do modelo das Fan Pages no Facebook, só que tem outra abordagem e formato de alcance de público.

Importante: Nas Company é preciso um bom conteúdo com foco no interesse profissional do teu seguidor, com uma boa apresentação gráfica, informações relevantes sobre a empresa e atualização constante de conteúdo.

2. ShowCase Pages

É uma ferramenta recentemente adicionada para as Company Pages que foi lançada em Novembro de 2014, em substituição à aba de Produtos e Serviços, também habilitando a possibilidade de disponibilizar vagas de trabalho na página.

De acordo com o próprio LinkedIn a idéia de incorporar as Showcases Pages é de ajudar as empresas destacar os diferentes aspectos de seus negócios e construam relações com uma comunidade específica. “Seja uma marca, uma unidade de negócios ou uma iniciativa, seguir uma Showcase Page irá lhe fornecer as atualizações que você mais estiver interessado”.

Para as empresas que desejam montar uma Showcase Page, primeiro necessitam identificar quais áreas precisam de uma Showcase Page. Depois basta ir ao menu “Edit” e selecionar “Criar uma Showcase Page”. Criada a página, as empresas já podem começar a compartilhar conteúdos e usar as ferramentas de análises para monitorar o desempenho da página. (Fonte Canaltech)

3. LinkedIn Ads

O LinkedIn Ads são a forma de publicidade na rede ou seja, os links patrocinado. Eles funcionam de forma parecida com a dos Facebook Ads e são uma ótima ferramenta para divulgação de produtos e serviços dentro do LinkedIn. Principalmente pela ótima possibilidade de segmentação do público para o qual os anúncios serão exibidos.

  1. Nome de empresas
  2. Setor e tamanho da empresa
  3. Funções e nível de experiência dos participantes da rede
  4. Instituições de ensinos
  5. Gênero e faixa etária

4. Grupos do LinkedIn

Com estes recursos podemos criar campanhas específicas para cada grupo de pessoas que queremos atingir e com isso trazer muito mais retorno para as campanhas.

 

Para finalizar, apenas sugiro aos profissionais de Marketing ou gestores que pretendem usar o LinkedIn, para que tenham cautela pois, é uma rede social estreita a um marketing pessoal, para um possível recolocação e debates entre profissionais, mas como vimos no texto há muito espaço para a criação de ações de marketing. É uma questão de conhecer as ferramentas disponíveis e criar as estratégias necessárias para atingir a seus objetivos mercadológicos.

 

erros
7 erros que devem ser evitados ao criar um e-commerce

Acredito que uma grande parcela das pessoas que pensam em ter algo próprio, gostariam de abrir seu comercio somente online. E é nesse meio de comércio online que existe uma série de erros “comuns” que ainda estão acontecendo.

Por isso, iremos listar alguns desses erros com a intenção de ajudar, e diminuir o número de erros.

Não é porque você está começando no comercio online que deve cometer os mesmos erros, pelo contrário, você tem a chance de evita-los.

 

  1. Você precisa trabalhar duro!

Um erro muito comum é acreditar que os clientes virão, sem nenhum esforço, para seu site. Lembrando que do nada isso não irá acontecer.

A internet tem crescido cada dia mais, com seu constante crescimento já são mais de 4 milhões de páginas ativas, o que torna seu novo site pequeno e quase invisível.

Tendo um layout atual é um bom começo, depois vem o cadastro constante de produtos, o lançamento é o primeiro passo, você terá que trabalhar duro e conquistar seu público.

  1. Identidade Visual

Já falamos sobre Identidade Visual aqui no blog, confira nesse link. Ter uma identidade visual é extremamente relevante para se construir uma boa base de consumidores.

As pessoas tem o costume de perceber primeiro o visual, aqui que estamos vendo importa, e muito, em primeiro momento. Por isso sua identidade visual deve passar o que sua empresa é, deixar seu e-commerce ‘bonito’ e ‘atraente’.

identidade_visual

  1. O uso incorreto do ‘social’

Também com o crescimento da internet, pudemos ver o aparecimento de diversas redes sociais. Com isso as pessoas acham que se sempre será necessário criar uma conta para tingir maior parcela de público.

Rede social é muito mais do que isso, não basta somente ser criada, mas tem que ser minuciosamente ‘investigada’ e reservar um bom tempo para atualizações e feedback.

As pessoas se questionam quanto a qualidade de um produto quando vê uma página sem comentários ou classificações. Interaja com seu público para que comentem nos produtos qualificando-os.

  1. Diga quem você é, com clareza!

Com o descaso por parte das redes sociais, como criar um perfil em alguma delas e simplesmente abandonar, é normal esquecer de atualizar os campos específicos para mostrar quem você realmente é, o que você faz, o que vende, onde quer chegar.

Os erros são:

Sobre você: não deixe de preencher o campo que mostra sua identidade corporativa, leia no post aqui.

Localização: mesmo que sua loja seja online, mostre onde está localizado o ponto físico.

e-mail: deixe os e-mails genéricos de lado, utilize todas as ferramentas que estão ao seu dispor. Como por exemplo e-mail com endereço próprio, isso passará maior credibilidade.

  1. SEO é muito importante!

Independente de utilizar canais como facebook, google adwords e mecanismos de busca. Faça um bom trabalho de otimização do seu e-commerce.

Um bom SEO em seu e-commerce pode ser uma fonte de boas conversões.

SEO

  1. Saiba qual é o seu público

Também já publicamos no blog um artigo falando do público-alvo. Mas é bom ressaltar que não é correto sair fazendo qualquer coisa para todos os tipos de público, você deve conhecer e agir de maneira estratégica para atingir as pessoas certas.

  1. Marketing

O erro mais comum é não fazer marketing, achar que o e-commerce irá crescer sozinho. O marketing é uma importante etapa e que nunca acaba, você deve dedicar tempo, dinheiro e energia para realizar um bom marketing.

Não deixe o marketing em segundo plano.

 

Conclusão

A criação de um e-commerce é algo que precisa de tempo e dedicação. Não é algo que simplesmente irá acontecer. A Zaez é uma empresa comprometida com seus clientes e dedica tempo e comprometimento.

 

Google-Adwords
Utilizar o Google Adwords de maneira correta para crescer

Os métodos mais utilizados para a propagação de conteúdo, serviço ou produto sempre foi os tradicionais meios como: televisão, rádio, outdoor, jornal e revista.

Mas desde um tempo para cá as coisas estão mudando de formato e constantemente se adaptando. Com a internet, a rede de displays aumentou de forma significante e alterou o modo de anunciar para uma grande massa ou até mesmo fazer um marketing direcionado a um determinado consumidor.

Com a internet, a barreira regional criada por publicidade tradicional, já que pode abranger uma grande parte de consumidores por todos os lugares do mundo.

Pensando nessa nova realidade, onde pessoas estão diretamente com diversas informações a todo tempo, e podem curtir, compartilhar e recomendar aquilo que gostam, o Google tem uma ferramenta com grande potencial de divulgação.

O Google Adword é uma ferramenta de anuncio por palavras chave, relacionadas ao seu tipo de produto, serviço e marca. O principal aspecto do Adword é a relevância das palavras e o caminho para onde o consumidor é direcionado.

Visto que o Google Adword é cobrado por cliques dos usuários, deve-se prestar atenção redobrada quando o assunto é foco, já pensou você ter que pagar por um clique que não foi convertido em uma compra ou em algo positivo? Os links para onde nos leva os anúncios são de extrema importância.

Ex: quando pesquiso sobre sapatos sociais, não quero entrar em um link e encontrar gravatas, quero sapatos.

Esses links dispostos de forma errônea, podem deixar a relevância do seu link e palavras-chave. Para se obter maior sucesso utilizando a ferramenta Adwords, existem quatro tipos de segmentos de palavras, visto na imagem abaixo:

untitledokoko

A segmentação, o foco e a internet podem te ajudar a divulgar de forma correta e para o público especifico ou para uma grande massa. A Zaez, visa atender da melhor forma todos os seus clientes realizando diversos tipos de trabalhos para diferentes necessidades.

Bloqueio-Criativo
Infográfico: 5 dicas para aliviar o Bloqueio Criativo

Bloqueio Criativo

image_01

5 dicas para aliviar o Bloqueio Criativo

Quem já precisou da criatividade para algum trabalho e do nada se viu sem ideias para dar continuidade no job que era para ontem?

image_03

O Bloqueio criativo aparece quando estamos com falta de criatividade ou inspiração, ocasionando no baixo desempenho de alguma habilidade específica. É normal acontecer o Bloqueio Criativo quando dependemos muito da criatividade.

image_04

Pensando nesse bloqueio, confira 05 dicas para que você consiga aliviar um pouco e conseguir continuar os seus Jobs.

image_05

1. Escreva

O primeiro passo é aceitar que você está com Bloqueio Criativo, mas não se preocupe, pegue papel e lápis, ou caneta, e comece a escrever todas sias ideias. Nesse momento todas elas são válidas, mesmo que absurdas. Mude de ritmo sem mudar o sentido, molde suas ideias a partir do que você escreveu, selecione tudo o que faz sentido do que não faz sentido.

image_06

2. Leia

A leitura irá te ajudar muito em casos de como esse. Pegue um livro que já havia lido e releia, ler ajuda a ativar seu lado criativo, onde você pode imaginar aquilo que está escrito e isso pode te ajudar na hora de criar uma ideia.
Mesmo sem tempo, tente ler pelo menos alguns poemas, um autor que admira, alguém que te inspira.

image_07

3. Relaxe

As vezes você só está precisando de um descanso, tentou escrever ideias ou ler e ainda nada? Tente tirar um cochilo, nunca se sabe se aquele sonho terá efeito positivo. Não pode dormir? Apenas de um tempo de tudo, faça algo que te deixe relaxado, escute uma música, assista um vídeo, de risada. Fique relaxado.

image_08

 

 

4. Evite a Perfeição

Mesmo que não consiga pensar em nada, nenhuma ideia suficientemente boa não se julgue incapaz. Evitar tentar ser perfeito é algo extremamente difícil nos dias de hoje, onde somos cobrados por resultados, mas tenha em mente que pode realizar um bom trabalho sem ser perfeito, ou melhor esse trabalho será perfeito para a ocasião. Não tente copiar, faça os passos anteriores até chegar uma ideia boa! Cada ideia é perfeita se consegue suprir suas necessidades.

image_09

5. Não tenha medo de errar

As vezes você só está precisando de um descanso, tentou escrever ideias ou ler e ainda nada? Tente tirar um cochilo, nunca se sabe se aquele sonho terá efeito positivo. Não pode dormir? Apenas de um tempo de tudo, faça algo que te deixe relaxado, escute uma música, assista um vídeo, de risada. Fique relaxado.

image_10

Portanto, não se preocupe com o Bloqueio Criativo é algo natural quando o profissional está cansado, ou pratica a mesma atividade todos os dias. Claro que não existem somente essas dicas para aliviar o bloqueio, mas essas realmente funcionam quando preciso criar algo para algum trabalho.

 

10-dicas-para-títulos-e-abordagens-no-E-mail-Marketing
10 dicas para títulos e abordagens no E-mail Marketing

Uma das estratégias de Marketing Digital mais usada, ainda é o E-mail Marketing. Já escrevemos sobre o quão longe está perto do fim, e agora iremos dar algumas dicas para a criação de bons títulos e chamadas para o seus e-mails.

A maneira como você se comunica com o seu público, através de e-mails, é de extrema importância. Devemos lembrar que e-mail é algo pessoal do indivíduo, e nem sempre ele quer ser incomodado com promoções, produtos sem nenhum tipo de interesse para ele, ou títulos agressivos, como por exemplo “Compre agora mesmo isso”. Impor algo a alguém nunca foi algo positivo, mas você pode mostrar que está ali para ele, quando ele precisar.

Pensando nisso, você pode conferir 10 dicas para títulos e abordagens nos seus e-mails.

 
Você

  1. Utilize a palavra “Você”. Desse modo você consegue criar uma proximidade com o leitor e causar maior intimidade entre ele e o produto anunciado.

Um exemplo bem prático: Estamos criando um e-mail marketing para promover um conta no instagram.
“Você pode seguir a [empresa] em todos os lugares”

  1. Personalize os assuntos do seu e-mail. Exatamente, se você consegue personalizar os assuntos faça isso. Utilizar o nome para aquele que está enviando o e-mail junto ao da empresa, também consegue criar uma conexão emotiva e de exclusividade com o produto.

Exemplo: : Olá Diego Durante, a Zaez te confida para curtir a página do facebook”
Assim utilizamos [Nome] + [Empresa], e a mensagem foi transmitida de forma simples e nada agressiva.

Segmentação

  1. Utilizar o segmento que você pretende atingir no assunto do seu e-mail. Gera uma sensação de curiosidade e necessidade.

Nessa terceira dica, o importante é responder algumas questões. Quais são suas necessidades? Qual a linguagem do seu leitor? E qual os problemas dele?

É um pouco difícil, mas com tempo você consegue descobrir todas as necessidades, problemas e a linguagem do seu leitor. Basta criar uma conexão com ele, ser uma Lovemark que ele mesmo passara as informações.
Exemplo: “Descubra como O E-mail Marketing ainda é eficaz”
Descubra= criamos um desejo de curiosidade, utilizamos o segmento “E-mail Marketing” e terminamos a informação.
e-mail marketing

  1. Localização, tenha em mente que a localização pode ajudar na segmentação geográfica, seria ótimo a criação de listas de e-mail marketing segmentada por localidades. Assim você pode organizar suas campanhas de modo mais eficaz e saber se realmente está funcionando.

A prática de localização, pode ser um tipo de informação para que o leitor se localize onde será feito a ação.
Exemplo: “Junte-se a nós no [Parque Ibirapuera], para novas atividades.”
Usamos o Parque Ibirapuera como localização para atrair membros para novas atividades.

  1. Ser especifico e claro! Muitos dos seus leitores não estão sentados na mesa de um computador no conforto de sua casa, muitas vezes estão na correria do dia-a-dia, com seu smartphone na mão checando os e-mails e o seu está ali no meio. Crie um assunto chamativo com as dicas anteriores, que cause proximidade, intimidade, busque sua necessidade, mas tudo isso de forma especifica e clara. Muitos e-mails vão para a caixa de lixo por isso, por não passar a mensagem de forma clara.

encontrar-problemas

  1. Problemas do seu público-alvo. Depois de descobrir os problemas do seu público-alvo, sem ser agressivo os ajude as solucioná-los.

Crie a conexão com os problemas deles e demonstre uma solução.
Exemplo: “Você deseja começar a fazer Zumba?” “10 dicas para títulos e abordagens no e-mail Marketing”

  1. Utilize números concretos e passe a informação para seu leitor. Expondo seu produto de forma clara.

Exemplo: “20% da aquisição de um novo plano”

Exclusividade-e-urgencia

  1. Urgência.

Você conseguiu identificar os problemas, mas a abordagem não funcionou? Crie uma sensação de urgência. A Urgência unida a necessidade de algo, sempre pode funcionar. Mas lembre-se de que não pode ser agressivo ao transmitir sua informação.

  1. Urgência + Exclusividade.

Quem é que não gosta de ser exclusivo? Se sentir um pouco mais importante do que as outas pessoas, do que os outros consumidores de seu negócio. Crie uma sensação de urgência unida a exclusividade. Com as dicas anteriores você consegue traçar uma estratégia que se encaixe nesse tópico.

  1. Por último, porém não menos importante, faça testes, identifique seu público para que qualquer uma das dicas funcione e comece a gerar valores positivos para seu negócio.

 

Espero ter ajudado um pouco com essas informações, mais uma vez foi uma daqueles pesquisas para aprimorar meus conhecimentos que resolvi transmitir aqui com vocês no Blog da Zaez.
Somos uma empresa comprometida com o melhor para nossos clientes e por isso esse tipo de pesquisa é de extrema importância para os valores da empresa. Dessa forma conseguimos atingir nosso potencial no máximo possível e satisfazer nossos clientes.
Solicite um orçamento e faça parte do nosso time!

8-passos-para-abrir-uma-loja-virtual-
8 passos para abrir sua Loja Virtual

Você já pensou em abrir um e-commerce, chegou na hora de realmente abrir sua loja virtual e ficou sem ideia de como começar? Realmente é um processo bem difícil pela frente, caso você não queira realmente abrir, mas se está em seus planos o caminho se torna fácil e em questão de pouco tempo você pode ter sua empresa e começar suas vendas na internet.

Pesquisando sobre o assunto, encontramos um artigo interessante sobre alguns dos processos para a criação de uma loja virtual e resolvemos compartilhar com vocês. A Zaez é uma empresa totalmente qualificada para lhe auxiliar nos oito passos para que você tenha uma ótima empresa atuando no ramo de vendas na internet.
Antes dos passos, é importante que relembremos alguns dos artigos já publicados aqui no blog da Zaez, como por exemplo: se você tem um bom relacionamento com seus clientes, ser uma LoveMark, construir um bom publico-alvo, saber de fato em qual nicho você e sua empresa estão encaixados.

É de extrema importância saber o seu posicionamento, afinal, empresas novas podem ser facilmente ‘apagadas’ por empresas já consolidadas no mercado, e atingir um tipo de publico especifico, de inicio, pode ser uma boa soluão.

Ter em mente que estratégia de marketing e divulgação, serão necessárias ao longo desse processo. Criar uma empresa demanda muito mais do que uma simples ideia, um simples projeto, é necessário já ter traçado um plano concreto sobre o que irá ou não fazer.

Também saber que o investimento para a criação de uma empresa, uma loja online, é alto, mas que isso será recompensado se tudo for feito de acordo como deve ser.

 

Vamos aos 8 passos para a criação de uma loja virtual.

Foco

  1. Estabelecer foco

Não adianta sair querendo abrir uma loja virtual sem foco algum, direcionar sua divulgação para qualquer lado e querer atingir uma grande quantidade de publico pode e será um ponto negativo para quem está só começando. Isso já é difícil para empresas grandes e consolidadas no mercado, quem dirá para uma empresa nova.

Foco é de extrema importância, estabelecer regras e estratégias antes de agir, saber qual o seu nicho e seu público-alvo e atingi-los diretamente.

Para isso, realize pesquisas de mercado, descubra seus potenciais concorrentes e potenciais consumidores, descobrir sua área de atuação facilitara na forma como você deve abordar seu publico.

plano

  1. Elaboração de um plano de negócios.

Quais são suas metas? Seus objetivos a curto e longo prazo? O que pretende e aonde pretende chegar com sua loja virtual. Estabelecer um plano de negócios e deixar tudo muito claro, é um ponto extremamente importante.

Como já alertamos em nosso blog, um bom planejamento pode alavancar seu produto e fazer da sua pequena empresa uma grande empresa.

empresa

  1. Abra sua empresa.

Um dos passos mais importantes para começar de fato a ação, é o registro de sua empresa para que você fique dentro de todos os processos legais para comercializar algum produto na internet, ou até mesmo em uma loja física.

Saber em qual tipo de empresa, se microempreendedor individual, ou de uma empresa tradicional, você precisa saber qual o seu faturamento. Faça uma pesquisa e descubra qual é o tipo da sua empresa, em qual categoria ela se enquadra e então faça o registro. Com sua empresa aberta legalmente você pode continuar a dar os passos para abrir sua loja virtual.

sites

  1. Crie um site (escolha sua plataforma).

Escolher qual a melhor plataforma para a criação da sua loja virtual, sendo ela paga ou gratuita. O melhor a se fazer é pesquisar, contratar uma empresa especializada, assim como a Zaez, na criação de lojas para internet, o e-commerce. Dessa forma você deixa nas mãos de profissionais qualificados para a realização de pesquisas e a utilização da melhor plataforma para sua loja.

A agência que escolher, ficará encarregada de lhe oferecer o melhor atendimento até o processo final da criação, reuniões e processos criativos. É uma importante etapa para seu plano de negócios, criado anteriormente, se tornar realidade. Aqui é onde você da cara ao seu projeto.

marketing

  1. Marketing e Divulgação.

Com toda certeza você já escutou alguma empresa dizer que gasta uma boa quantia em marketing e na divulgação. Isso realmente é verdade, mas com todos os outros passos, até aqui, preenchidos, você não terá problemas maiores na divulgação. Tendo seu público-alvo definido e traçado suas estratégias, suas campanhas de marketing serão direcionadas diretamente para seu publico.

Contrate empresas como a Zaez, especializadas em Marketing Digital, afinal o digital está tomando uma grande fatia do mercado.

De acordo com Eugênio, uma nova empresa é simplesmente uma loja no meio de um deserto. Saber abordar seu publico e mostrar estratégias diferenciadas e competitivas, lhe darão chances de começar a aparecer no mercado e competir com outras empresas.

Ferramentas de marketing digital são de extrema importância, como Google, anúncios pagos no Facebook e sites de comparação de preços, são ótimos para começar a divulgar sua nova empresa.

pagamento

  1. Definir formas de pagamento.

O comercio físico, e também o online, faz com que você tenha que delimitar quais serão as formas dos consumidores pagarem por aquilo que estão comprando. E algumas das formas mais utilizadas nos dias de hoje são:

  • Cartão de Crédito;

  • Boleto Bancário;

  • (TEF) Transferência Eletrônica de Fundos;

  • Facilitadores (Pay Pal e PagSeguro)

Lembrando que a forma de pagamento também é um fator que pode segurar ou não uma venda, a escolha deve ser feita com cautela e dentro dos seus planejamentos.

logistica

  1. Crie um sistema de logística.

Nos dias de hoje, um dos fatores que mais contam na hora da compra pela internet, é a entrega. Muitas vezes o produto está mais caro do que em outra loja, mas pela entrega ser mais rápida e eficaz, o consumidor escolhe o produto mais caro.

Estabelecer uma boa estratégia de logística e entrega, faz da sua empresa, muitas vezes, ser diferente de tantas outras no mercado. O mais comum é a entrega por correios, mas as vezes existe a necessidade do uso dos servidos de transportadoras, o que agiliza, em muitas vezes, o processo de entrega. Mas isso depende da quantidade de vendas da sua loja, para começo, um bom contrato com algum agência de entregas será o suficiente.

Canais-de-Comunicacao

  1. Canais de atendimento ao consumidor.

Por ultimo e não menos importante, o atendimento que o consumidor tem com a sua loja. Lembrando do artigo sobre a criação de uma lovemark, é extremamente importante estabelecer um contato direto com seu público-alvo e fazer com que ele sinta experiências diferenciadas.

Os canais de comunicação mais comuns no comercio online são: telefone, e-mail e chat online.

Mas nos dias em que o digital vem sendo bastante explorado, utilizar as redes sociais como meio de comunicação, mas de forma eficaz e diferenciada, pode ser uma grande saída para facilitar a comunicação entre o consumidor e sua empresa.

Agora que sabe oito passos para começar uma loja virtual, entre em contato com a zaez para saber como contratar nossos serviços.

Até mais.

CRM
CRM: você tem um bom relacionamento com seu cliente?

Sempre é muito interessante quando uma busca na internet lhe traz resultado satisfatório e você acaba aprendendo algo com essa sua pesquisa. Em mais uma dessas pesquisas, encontrei o termo CRM(Customer Relationship Management) que em sua tradução seria algo como Gestão de relacionamento com o cliente, algo que estamos batendo na mesma tecla por muitos artigos aqui no blog.

Quando falamos em LoveMarks, a relação que você tem com seu cliente é de extrema importância, assim como na hora de criar um website, a realização de um briefing para um novo Job, a criação de uma marca. Vários fatores necessitam que essa relação seja a melhor possível.

Com clientes muito mais exigentes, conscientes e informados, o empresário tem que conseguir criar fatores que geram algum tipo de valor para o cliente, apresentar algo que faça parte do cliente/usuário, e esse processo o CRM, facilita a gestão, conquista e fidelização desses clientes.

Adotado por empresas de todos os portes, O CRM segue algumas tendências para 2015, que irá facilitar o modo como você se relaciona com seu cliente, alguns fatores de extrema importância para que o CRM seja realmente eficaz.

CRMAlgumas das tendências para o melhoramento do CRM são:

Fragmentação: com uma plataforma com grandes recursos, a fragmentação dos recursos facilitará no uso e assim conseguir tirar o marketing e apoio ao cliente da comodismo e usufruir de outras ferramentas como complemento. O CRM e Marketing estarão lado-a-lado.

Dispositivos Conectados: como já escrevemos em um outro artigo, estamos cada vez mais conectados e isso pode se denominar Internet das Coisas, sendo assim podemos criar uma conexão através das emoções e o contato direto com o cliente.

Experiências relevantes: você já deve ter escutado que criar experiências positivas são de extrema importância para criar uma relação com seu cliente. No CRM acredita-se que essa conexão irá ajudar a criar um bom posicionamento, reduzir custos no primeiro estágio do relacionamento.

SaaS: sem entender muito, ainda vou pesquisar e escrever um artigo, onde é a questão de Software como Serviço (SaaS), isso proporciona um custo inicial menos elevado, o que chama a atenção.

Enfim, o CRM, terá algumas tendências bem relevantes para o ano de 2015, e é importante frisar que a relação com seu cliente importa, e importa muito em todos os aspectos. Ajuda no crescimento, fidelização, engajamento e outros fatores positivos.

 

Até o próximo artigo, vamos as pesquisas para trazer algo bem legal para o blog. Algo que possamos criar uma conexão com aqueles que estão lendo os artigos.

inbound
Inbound Marketing uma prática eficaz

Com uma semana cheia de trabalhos para serem realizados aqui na Zaez, quando consigo concluir a maioria delas, costumo pesquisar algum assunto que vá agregar algum tipo de conhecimento e me ajudar no desenvolvimento de novas peças. E em um dias desses acabei encontrando o termo Inbound Marketing, recém formado em publicidade e propaganda nunca havia escutado o termo, foi então que resolvi pesquisar e agora passo um pouco do que aprendi para vocês!

Primeiro de tudo, temos que definir o que é o tal termo Inbound. Inbound Marketing, ao contrário do outbound é captar a atenção do consumidor antes de realizar a venda. Já o Outbound é exatamente o tipo de marketing que empurra o produto para o consumidor.

O mais interessante nessa pesquisa, é que ao pesquisar sobre Inbound Marketing, me lembrei de uma das aulas de Laboratório de Publicidade e também de Planejamento. Onde trabalhamos com o livro Lovemarks, que nada mais é do que trabalhar com a emoção, criar conexões, engajamento, e por incrível que pareça o Inbound é isso. Gerar um conteúdo para que o consumidor se identifique e então possa criar uma conexão com a empresa e por fim realizar sua compra, com base em experiências vivenciadas ao longo do processo de compra.

Dado a minha opinião, foi de extrema importância a pesquisa quando o assunto são os números. O que representa o Inbound em números:

– 62% a menos de custo comparado com Outbound;
– 2/3 dos comerciantes dizem que blog é um fator crítico para o crescimento (produzir conteúdo é bom);
– 67% do B2C e 41% do B2B fidelizam clientes via facebook;
– 57% dos que tem blog teve seus produtos adquiridos, em contra partida 42% das empresas que possuem twitter, tiveram seus produtos adquiridos;
– 70% dos comerciantes dizem que blogam 1x por semana (novamente, produzir conteúdo é bom)

Representando a importância do inbound em forma de números, para que possamos saber a grandiosidade dessa técnica de marketing, vamos saber em que área podemos atuar com o inbound, onde ele está presente?

– Infográficos ;
– Fóruns;
– E-mail;
– Ebooks;
– SEO;
– Links Diretos;
– Podcast;
– Vídeos Online;
– Blogs;
– Mídias Sociais;
– Notícias/Mídia/Relações Publicas;
– Boca-a-Boca;
– Marketing por comentários;
– Perguntas e Respostas;

Inbound MarketingEssas práticas envolvem o Inbound Marketing e gera uma certa atençãoo do cliente para sua marca. E elas podem ser classificadas em quatro e simples partes.

E-Mail – Utilizar a prática de marketing digital é uma ótima oportunidade e um caminho certeiro para que o consumidor veja sua mensagem. Portanto gere bons conteúdos na sua caixa de e-mail.

Blog – Criar conteúdo novo é de vital importância para que você fidelize seus clientes e consumidores, dessa maneira você pode passar maior confiança para eles.

SEO – Otimizar o seu blog é de extrema importância para gerar mais leads e ser um conteúdo de relevância.

Mídias Sociais – Hoje em dia utilizar as mídias sociais são de vital importância, sabendo a maneira certa de como comunicar seu público, terá grandes chances de crescer rapidamente e engajar seu público.

Para finalizar esse artigo e também toda a pesquisa que realizei para deixa-los informados sobre essa prática, é importante saber alguns passos para afunilar essa técnica e ela ser eficiente a médio/ longo prazo.

São elas: Planejamento > Alcance > Ação > Conversão > Engajamento.

Por isso que a Zaez – Inovação Digital pensa no melhor para criar as campanhas de seus clientes, sempre tentando inovar e levar o público dos clientes a um estado de adoração pela marca, agregar valores e emoções é um tiro certeiro nos dias de hoje, onde as pessoas estão cada vez mais desconfiadas. Confiança é tudo e o Inbound Marketing trabalha lado-a-lado dessa confiança.

Até mais.

Publicidade-Digital
Publicidade digital tem crescimento significativo no mercado

O Mercado de Publicidade Digital em alta. Até 2016 é estimado que o gasto com esse meio de comunicação ultrapasse os investimentos feitos para publicidade na Televisão.

Mas porque isso pode acontecer? Como já dito no blog, no artigo em que falamos se o seu site possui uma versão mobile, agora é confirmado. Estamos presentes em um cenário onde tudo é mais facilitado quando se trata de internet. Um acesso móvel facilita ainda mais.

91% dos adultos possuem celular no alcance das mãos para qualquer dia e a qualquer hora. E, incrivelmente, o mundo fechou 2014 com mais ou menos 7,5 bilhões de celulares ativos. Chocante, não? Isso são dados obtidos pelo Gartner e UIT (União Internacional de Telecomunicações). Só fica comprovado que cada vez mais se faz o uso da publicidade voltada para esse publico.

A publicidade está a cada dia se moldando para facilitar ambos os lados, o do consumidor e o do fornecedor. A publicidade digital, com o grande crescimento, aponta um crescimento significativo nos Estados Unidos em relação aos investimentos para Televisão. Enquanto os gastos para publicidade digital somam US$ 103 bilhões em 2019 a televisão somará US$ 85,5 bilhões.

O que significa isso? Que mídias como e-mail Marketing, Mídias Sociais, Anúncios Online, crescem cada vez mais, e no Brasil a situação não é muito diferente.

No Brasil, segundo o estudo do IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), divulgado no inicio de 2014, a publicidade digital alcançou segundo lugar, ultrapassando os jornais e ficando apenas atrás da TV. Segundo a pesquisa esse investimento aumentou em cerca de 25% e continua a aumentar.

Por isso a Zaez, uma agência especializada em serviços digitais pode te ajudar. Nós temos a politica de satisfazer o cliente ao máximo e trazer resultados a médio/longo prazo , melhorando a presença de nossos clientes no cenário digital, cenário esse que vem apresentando um grande crescimento, por isso faça seu orçamento e comece a crescer com o mercado agora mesmo!

 


Warning: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'addcopy' not found or invalid function name in /home/zaez/public_html/wp-includes/plugin.php on line 503