Entre em contato

Enviar Mensagem

Mensagens Categorizado: Marketing Digital

marketing
Porque investir em Marketing em tempos de crise?

Muitos empresários devem pensar que a melhor solução quando a crise aponta é a redução de custos direcionadas à publicidade e ao marketing, certo? Certo! E é ai onde estão errando e criando certas situações para o próprio baixo desempenho de sua empresa.

Essa reação lógica quando enfrentamos alguma crise é normal, mas errada. O certo em momentos de crise não é a redução de custos e sim manter na mesma proporção ou, até mesmo, o aumento desse investimento, um reforço para o que já vem sendo feito. Mas aumentar o investimento não irá gerar prejuízos maiores? Seria pudente seguir nesse pensamento, mas não! Com isso você pode gerar um futuro para sua empresa, Entenda.

Com a crise apontando em sua porta e você aumentando ou mantendo seus investimentos em marketing você não só se molda a crise, como você gera oportunidades de tornar mais eficiente os modelos de gestão das organizações. Ou seja você adquire mais experiência, requer mais planejamento e por consequência tem mais investimento.

MarketingReduzir os investimentos pode ser prejudicial e sua empresa fica em meio ao que é chamado de (potencial miopia de marketing), ou seja, não conseguir identificar os novos padrões de comportamento de seus consumidores, e nem conseguir gerar novas oportunidades no meio tecnológico de seus produtos. A redução de fato é m mais atrativo, mas com alguns passos você passa a entender melhor o porquê investir mais e ser mais eficaz.

Neste cenário, o de crise e investimentos, o empresário deve ver sua empresa e sua publicidade com outros olhos. O marketing tem a capacidade de acompanhar e moldar-se à mudanças micro e macroeconômicas, com isso a sua empresa deve adotar novas atitudes, investir em uma mensagem simples porém eficaz, em outras palavras o seu marketing deve acompanhar essas mudanças.

Efetuar corte em gastos com marketing, pode ser benéfico até a segunda página. Em outras palavras o desinvestimento pode ajudar na realização de uma poupança a curto prazo, mas se torna seu grande vilão quando o assunto é adaptar-se aos novos padrões de comportamento do seu consumidor e muito menos aproveitar novas oportunidades tecnológicas, o corte em gastos com marketing parece o correto a fazer, mas dependendo do seu tipo de negócio só tende a te prejudicar. Ressaltando o parágrafo acima.

Com alguns aspectos negativos desses cortes expostos aqui, também devo atentar que o aumento nos investimentos deve ocorrer de forma clara e objetiva. Contratar profissionais qualificados para acompanhar os investimentos e seguir com esse departamento da melhor forma possível, afinal com o uso correto de sua receita nos investimentos de marketing, você pode criar uma relação mais estreita com seu consumidor, adaptar suas ofertas para chamar maior atenção, criar soluções realmente eficazes e o mais importante de tudo arriscar na criatividade e ambição.

A criatividade nesse ponto chega como uma grande precursora e de grande ajuda para soluções e direcionamentos mais eficazes. Com a criatividade você pode direcionar o seu investimento no foco certo e pode ser o ponto chave para a sobrevivência de sua empresa.

Para finalizar esse post sobre crise e investimento em marketing. Ressalvo alguns pontos:
Não deixe o medo ser mais forte do que a vontade de arriscar;
Cortar gastos pode trazer aspectos positivos apenas a curto prazo;
Tente não gastar muito e nem pouco, gaste o suficiente para que se mantenha ativo no mercado e possa se moldar as novas tecnologias;
Crie soluções eficazes com sua criatividade e ambições.

Hashtag
Você sabe usar as Hashtags e para que elas servem?

Não consigo me lembrar ao certo quando foi que o famoso “jogo da velha” ficou conhecido como hashtags – o uso do símbolo # antes de uma palavra que prevê, delimita ou aponta um determinado tema para sua frase.

O símbolo # começou a ser popularizado pela rede social Twitter, que classifica os assuntos mais comentados a partir das hashtahs que são usadas. Em sua origem e tradução literal dela é ‘etiqueta’, o que funciona perfeitamente para o objetivo que foram criadas, afinal elas tem a função de dar norte a alguma publicação.

Mas o grande problema está no real uso, para que serve, como podemos e como devemos usar as hashtags. Muitas pessoas fazem o uso sem mesmo saber o principal objetivo, algumas sabem, mas não conseguem formular estratégias eficazes para alavancar alguma de suas postagens. Por isso continue sua leitura para entender um pouco mais, e se você for uma empresa vai saber como usa-las para benefício e não somente por achar divertido e bonito um link azul.

Agora que entendeu um pouco de onde veio, o que significa e para que servem as hashtags, vamos começar a falar um pouco mais da sua usabilidade de forma profissional: mesmo sem saber você pode estar envolvido com algum tema, discussão, somente pelo uso delas. Já pensou em criar campanhas segmentadas? Penso que sim, para isso, em postagens no facebook ou em outras redes, as hashtags podem ajudar.

Você precisa criar uma campanha para sua empresa e pretende alcançar um número de pessoas ou pessoas segmentadas, realizada as pesquisas para saber onde e como você deve agir no mercado, você pode criar ou fazer uso de hashtags do momento, aquilo que estão falando se encaixa no perfil da sua campanha e vai gerar resultados? Então porque não usar?

HashtagsAs hashtags podem estar envolvidas em promover sua marca de forma simples e sem custo. Com a finalidade de segmentar um determinado público de interesse naquele determinado assunto, você pode gerar conteúdo diretamente ligados ao que pretende. Ex: sou uma empresa que vende cds de cantores pop internacional e nacional – primeiramente é necessário pensar antes, fazer uma análise concreta dos assuntos falados pelos consumidores e então fazer uso delas para benefício. Seguindo a linha do exemplo, saiu uma notícia que a cantora Rihanna estaria no Brasil e você planejou uma estratégia para alavancar as vendas de CD dessa cantora, você pode usar “hoje…. #RihannaNoBrasil” ou “#RihannaBR”.

Além de segmentar as hashtags formam um mecanismo fortíssimo de buscas dentro de redes sociais como: facebook, instagram, twitter e diversas outras.

Seja esperto e use as ferramentas a seu favor, você só tem a ganhar! Mas fique ainda mais esperto com alguns aspectos negativos. Não entre na onda de várias # em um único post, isso pode ser cilada e você acabar não aparecendo em nenhuma, ou então o uso de hashtags sem sentindo, muito longa ou fora do seu contexto. Isso pode ser um campo minado.

Como disse anteriormente as hashtags podem ter algumas variações, sendo elas:
Hashtags por conteúdo: que são as usadas para segmentar e unir um mesmo público em determinado assunto, o que pode gerar crescimento;
Tranding: aquelas mais faladas, a dica foi para ficar atento aos diversos assuntos que estão sendo mais comentados no momento de suas publicações. Se for dentro do seu contexto porque não usadas?

Espero ter ajudado um pouco sobre o que é, para que serve e como usar esse recurso que pode te ajudar e muito! Até mais.

E-mail Marketing
O E-mail Marketing está longe de ser algo ultrapassado

Com a crescente evolução das novas mídias sociais, ficamos frente a frente de uma importante questão: A relevância do E-mail Marketing nos dias de hoje.

Mas não criemos pânico, a prática do e-mail marketing está longe de ser aniquilada como ferramenta de divulgação para o marketing digital. Assim como o jornal está longe de ser banido por causas de revistas e outros meios, tudo possui um lado positivo e que encaixa perfeitamente para o melhor uso de propagar informação.

Como diria um artigo que li: “O e-mail marketing ainda é uma das mais importantes estratégias do marketing digital”

A imagem que criamos de que as redes sociais podem trazer maiores benefícios para a propagação da nossa mensagem pode estar totalmente equivocada – pelo modismo e a prática excessiva dessas redes. Logicamente não desmerecendo o uso das redes sociais para a divulgação de informações, mas quando usadas de forma correta, a mensagem se torna eficaz em qualquer meio utilizado.

É extremamente mais fácil partirmos para o uso das mídias sociais quando tudo o que se ouve é sobre mídias sociais. A ‘ultrapassada’ prática é facilmente descartada sem motivo algum, apenas por parecer mais legal usar um novo recurso. É obvio que se torna muito mais atraente o uso desses recursos, mas não podemos deixar de lado sem ao menos analisar se o uso dessas novidades serão realmente eficazes para o que é pretendido e se realmente vamos conseguir alcançar resultados.

O e-mail marketing, analisando as expressões utilizadas na internet, se tornou algo vintage ‘cool’. E dentro dessa prática também existem os aspectos positivos:

– que apesar do crescimento das mídias sociais, grande parte da população que utiliza a internet passa uma boa parte do tempo verificando seus e-mails;

– nem sempre o uso das mídias sociais tem o fácil monitoramento e administração que o e-mail marketing proporciona;

– assim como jornais, revistas e outros meios impressos, o e-mail marketing é aceito por grande parte dos usuários na internet – se torna uma prática comum e aceita;

– já possui um certo tempo de atuação, vintage e não ultrapassado possui sua maturidade natural;

– possui presença e proximidade com o consumidor, isso quando bem utilizada;

Mas como em todas as práticas, ela também possui pontos negativos:

– a quantidade de spams que são enviados para nossa caixa de entrada. Isso pode manchar a imagem e fazer com que alguns usuários se intimidem com essa prática;

– a forma como é utilizada a ferramenta de e-mail marketing, muitas vezes recebemos e-mails irrelevantes e sem conteúdo importante para o consumidor;

– empresas comprarem listas de e-mails isso gera uma má aceitação. Muitas vezes a maior parte do público dessas listas são e-mails inativos ou fora de segmentação;

Portanto a prática do e-mail marketing está longe de ser algo velho e sem fundamentos. Utilizado de forma correta se torna uma ferramenta preciosa e de grande importância, sabendo atingir o público-alvo conseguimos gerar, muitas vezes, maiores resultados das campanhas.

A Zaez não carrega a assinatura ‘inovação digital’ à toa, buscamos sempre utilizar essas ferramentas da melhor forma possível gerando resultados positivos para nossos clientes.


Warning: call_user_func_array() expects parameter 1 to be a valid callback, function 'addcopy' not found or invalid function name in /home/zaez/public_html/wp-includes/plugin.php on line 503